segunda-feira, 5 de julho de 2010

O SEGUNDO DIA - 20/06/2010 - Primeiro boletim.



Uma noite bem dormida no Hotel de D. Dalva, com o cansaço que chegamos na verdade é um verdadeiro capote.
Acordamos às 3:00h e fomos para a cozinha, D. Dalva havia deixado o café pronto, pão com "mortandela" , xiringa e por aí vai...
Saímos de Jânio Quadros às 4:30h com destino a Guajeru, uma madrugada fria e a caatinga com seus sons pitorescos nos abençoava juntamente com a alvorada que despontava a cada instante.
Pássaros, galos, cachorros, uma verdadeira sinfonia, e fomos seguindo.
Numa descida mais íngreme, soltei o "608", embalei e dei uma derrapada num "fofó"(terra solta parecendo um talco, típica de quando as estradas de latosolo são patroladas na sêca). Aí foi chão certo, e o medo era quem vinha atrás passar por cima de mim, por sorte Rubederrê desviou a tempo e só restou mesmo uma lixada no joelho ainda no lusco fusco.
Logo à frente mais um pneu furado e chegamos a Serra Escura para uma parada e encontrar os outros companheiros, menos Paulão que mais uma vez foi na frente sozinho, agora não mais nos preocupamos com ele.
Um pão com "mortandela", uma resenhazinha e curvamos em direção a Guajeru.

BONS GIROS, ATÉ O PRÓXIMO BOLETIM!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O PRIMEIRO DIA - 19/06/2010 - Quarto boletim.

Saímos de Maetinga as 15:15h sem Paulão, o cara realmente desapareceu.
A saída de Maetinga para Jânio Quadros é uma subida de responsa, já começamos o trecho aquecendo para percorrer aproximadamente 30 Km da última pedalada do dia, mas depois de 100 Km qualquer pedalzinho de 30 Km se torna um http://www.ironbiker.com.br/ .
Para os menos condicionados esse final do dia é realmente penoso, mas todos seguiram firmes e fortes. A estrada continuava um cascalho grosso e cheio de "costelas de jega" como anteriormente, na verdade é a base de onde onde um dia asfaltaram para enganar eleitores. Seguimos a maior parte do percurso pela estrada antiga, paralela a principal, porém cheio de areião.
Paramos na Tatarena clássica na beira da estrada e fizemos algumas fotos em homenagem ao nosso companheiro Álber Rezende, que veio o ano passado e não teve condições técnicas de repetir esse ano o prazer. Dessa parada, como já funcionava meu Oi, liguei para o Hotel de D. Dalva em Jânio Quadros para saber de Paulão, a "telefonista" me confirmou que havia chegado um ciclista de bigode morto de cansado. Uffa!!!! que alívio!!! O cara estava vivo!!!
Finalmente chegamos a Jânio Quadros as 17:30h e ficamos, eu e Guh, na entrada da cidade aguardando os últimos bikers, ao lado uma foto do horizonte ao sul-sueste com o Morro de Condeúba e o típico final de tarde caatingueiro; que coisa linda!!!
Daí partimos para o abraço de D. Dalva, essa empresária do segmento hoteleiro no Sertão baiano que faz as vezes das clássicas Senhoras de Hotéis como D. Lia, D. Preta, D. Augusta, D. Jove e por aí vai, poderia dar uma palestra em qualquer rede internacional sobre excelência em atendimento, até bermuda e camisa do flamengo arrumou para Júnior, Tandrilax para Elzevir e uma suíte para as bicicletas.
No Hotel, um bando endofirnado invadiu a rotina dos outros hóspedes e da "tripulação", muita resenha depois de um belo banho e um jantar maravilhoso com muito, mas muito carboidrato. Após o jantar, por volta das 19:30h os "mininos" foram desabando sobre os colchões de D. Dalva sabendo que às 3:00h teríamos de sair da cama para mais 70 Km de estradas mais gostosas.


Abraços, até o próximo boletim, O SEGUNDO DIA DA CICLOCAATINGA 2010.




BONS GIROS!!!






quarta-feira, 30 de junho de 2010

O PRIMEIRO DIA - 19/06/2010 - Terceiro boletim.


Partimos às 9:00h do povoado da Jibóia para o trecho com a maior altimetria da viagem, o pelotão se espalhou e cada um encarou, no seu rítmo, a poderosa Serra do Engano, uma boa chance de ver como foi o resultado dos treinamentos.
Chegamos na Vila Mariana às 10:35h e paramos para um breve descanso e uma nova resenha. Um lanche de xiringa para celebrar o fim dos asfalto e o início do contato mais direto com a caatinga.
Paulão não entendeu o verdadeiro "feeling" da viagem e "deitou o cabelo" na frente seguindo direto para Jânio Quadros.
Saímos de Vila Marina às 11:10h e enfrentamos um trecho difícil até Maetinga, apesar da curta distância, menos de 20 Km, um sobe e desce danado e muita pedra solta como vocês podem notar no vídeo abaixo.
Eu e Guh fomos na frente e chegamos às 12:25h no restaurante do Sr. Dezinho, sempre muito alinhado e com um espeto e uma faca na mão.
Preocupados por não encontramos Paulão, ligamos para Paulinho em Conquista prá saber se ele deu notícias, o que não foi uma boa idéia pois só fez deixá-lo preocupado e nós mais ainda pois não encontrávamos o cabra ligeirinho.
Colocamos uma mesa no meio do galpão do mercado central e pedimos um PF com feijão farofado, arroz, cortado de cabacinha, macarrrão e carne assada. Ah! e uma cerveja prá cevar (sem álcool...).
Um belo descanso no cimento da praça enquanto aguardávamos os outros Mandiocos...
Paulão não apareceu...

Até o próximo boletim!!!
BONS GIROS!!!



domingo, 27 de junho de 2010

O PRIMEIRO DIA - 19/06/2010 - Segundo boletim.


Seguimos em direção ao Aeroporto, pegamos a ciclovia em direção ao Anel Viário, onde aconteceu uma colisão entre Júnior e Elzevir, nada de mais grave a não ser uma escoriação no braço de Júnior e a lição de redobrarmos a atenção.
Tomamos efetivamente a estrada Conquista - Anagé às 4:00h e viajamos num rítmo excelente até o restaurante Irapuá onde fizemos a primeira parada do grupo e reunimos para uma leve resenha. Voltamos a pedalar, agora com parada programada para a Serra dos Pombos onde fizemos as fotos clássicas no caminhão.
Saímos da Serra dos Pombos e resolvemos só parar no Povoado da Jibóia, o grupo da frente seguiu e ficamos eu, Guh, Xico e Rogério para trás pois a minha bike furou o pneu e a de Guh também. Fizemos o reparo e seguimos para a Jibóia, distante uns 15 Km de Anagé.
Ao chegarmos no estabelecimento de Arnaldo (recomendo) fomos muito bem atendidos e ele nos cumprimentou como se um ano fosse uma rotina.
Foram 16 miojos preparados com muito afinco e os biker´s cairam matando (caímos).
Saímos para enfrentar a maior altimetria da viagem, a Serra do Engano, muito bem batizada, reparem no link abaixo.

http://connect.garmin.com/player/37580131


Abraços, até o próximo diário de bordo.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

O PRIMEIRO DIA - 19/06/2010 - Primeiro boletim.




Recebemos em casa para o jantar e o pernoite os companheiros que moram fora de Conquista, Xico, Gabriel e Elzevir, foi uma noite de preparação final e ajustes finos, acabamos indo para a cama as 23:00h.


Saí da cama às 1:30h, fiz a barba e acordei a turma às 2:00h, preparei o mingau de milho verde natural, fizemos o desjejum. Saímos de casa 2:45h em direção ao Posto Pantanal onde encontramos com Porto Júnior e Rogério Chuí que já estavam a postos. Pegamos a Av. Luiz Eduardo e seguimos para encontrar Paulão na Juracy Magalhães.


Reunimos todos para uma foto oficial e seguimos para a estrada. Acima as fotos do grupo que saiu da nossa casa e o grupo todo reunido na Juracy Magalhães. Em breve novo diário de bordo.


quinta-feira, 10 de junho de 2010

OS PREPARATIVOS

O cicloturismo é uma modalidade cada vez mais praticada no mundo, por ser uma forma de viajar sem consumir combustíveis fósseis (consome os vivos) e de interagir com o meio passante de forma espetacular, só experimentando para saber.

Como nessa pequena viagem de 207 Km pela caatinga baiana vamos enfrentar 80 Km de estrada asfaltada, todo cuidado é pouco com o trânsito e com as dificuldes técnicas do caminho.

No ano passado tivemos uma incidência muito grande de pneus furados, esperamos esse ano, com as novas tecnologias, amenizar a ocorrência desse fato.

Acima uma foto do nosso companheiro Álber, reparando um dos furos.
Abaixo o astral da viagem do ano passado depois da Serra do Engano.




A ansiedade é grande nos dias que antecedem a partida, vamos aqui arrumando as tralhas e esperando a chegada dos que estão fora de Conquista para reunir os camaradas e botar o pé na estrada. Cito abaixo a letra de uma música antiga que conheci na minha adolescência na voz de Gilberto Gil :

http://www.youtube.com/watch?v=uBdJhEcn6Ak&feature=player_embedded


"Logo cedo, pé na estrada
Pra não ter porém
Pra não ter noite passada
Pra não ter ninguém
Atrás
Mais ninguém
Vou pra quem
Vai me ver noutra cidade
No norte da saudade, que eu vou ver meu bem
Meu bem, meu bem
Vai me ver noutra cidade
No norte da saudade, que eu vou ver meu bem
Meu bem, meu bem

Treino de hoje: http://connect.garmin.com/player/36353079


BONS GIROS E ATÉ MAIS!!!

TonCarlos

sexta-feira, 4 de junho de 2010

TÁ CHEGANDO O DIA...

Companheiros e amigos que acompanham o CICLOCAATINGA, já estamos bem avançados no planejamento, a data de saída de Conquista será na madrugada do dia 19/06/2010, mais precisamente as 3:00h e tocaremos em direção a Jânio Quadros, a previsão é de uma parada no caminhão da Serra dos Pombos para a sequência de fotos clássicas e depois levaremos até o povoado da Jibóia, no pé da Serra do Engano, com previsão de chegada até as 9:00h, onde abasteceremos com o tradicional "minojo" para repor os carboidratos e enfrenar a Serra.
Sairemos da Jibóia em direção a Maetinga onde almoçaremos por volta das 12:00h e sairemos as 14:00 em direção a Jânio Quadros onde pernoitaremos no Hotel de D. Dalva.
A tripulação confirmada até o momento é:

Antonio Carlos, Guh, Elzevir, Gabriel, Álber, Paulão (o da foto), Xico (http://www.xicodiniz.com.br/), Rogério (do Oiapoque ao Chuí...) e Porto Júnior.

Os dois primeiros, Caatingueiros de terceira viagem, do terceiro ao quinto, Caatingueiros de segunda viagem e os outros, iniciantes na façanha caatingueira, apesar de Rogério já ter feito o litoral inteiro do Brasil de bike ("não me roubem o Uruguai e a Argentina"), numa viagem fantástica que queremos falar aqui depois.

Paulão vai retornar a Caculé depois de 30 anos sem visitar a terra que tem parentes ilustres como Professora Marieta Pereira.


Um abraço a todos, mais notícias em breve.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

SÃO JOÃO DE NOVO...


CICLOCAATINGA 2010


Impressionante como a proximidade das festas juninas sacodem nós caatingueiros. É um reboliço na espinha, um ronco no estômago e aquela vontade de estar no torrão natal; prá quem está fora...

A espinha é resolvida com forró, o estômago com milho, batata doce, pipoca, "leitioa", e por aí vai.

E prá equilibrar, "aprochegar" e tornar tudo sutentável, uma bela pedalada do Planalto da Conquista a Caculé, 207 Km de muita poeira e prazer.

E esse ano, como não poderia ser diferente, vamos descer novamente a Serra.

Essa semana decidiremos a data da saída, o trajeto, os parceiros... E vamos colocar tudo aqui, prá vocês acompanharem e interagirem.




Saudações Caatingueiras, Ciclísticas e Forrozeiras.